Corumbá - Concessões S.A.

Corumbá Concessões
Voltar Ambiental 10.02.2017 - 9:46

Corumbá Concessões orienta sobre prevenção de acidentes em período chuvoso

O período de chuvas finalmente chegou, após a estiagem e as altas temperaturas registradas no final de 2015 e nos primeiros dias de janeiro. É agora no tempo das águas que as atenções devem ser redobradas para evitar desastres, como deslizamento de encostas de morros, queda de árvores e alagamento. A seguir, algumas recomendações do departamento de Meio Ambiente da Corumbá Concessões, empresa responsável pela usina de Corumbá IV:

O lixo acumulado nas ruas e jogado em terrenos baldios influencia bastante na quantidade de alagamentos nas ruas devido ao entupimento dos bueiros, chamados também de bocas de lobo. Já na área rural, o lixo jogado nas estradas vai parar nos córregos e rios e também no reservatório de Corumbá IV, poluindo as águas e afetando a flora e a fauna. “Cuidar do lixo, descartando-o em local apropriado, é uma questão de consciência dos cidadãos, que também são responsáveis pelo local onde vivem”, ressalta a analista ambiental Paola Buss.

Durante o período chuvoso, convém prestar atenção em alguns sinais que podem indicar perigo, tanto dentro como fora de casa. Fique atento a rachaduras nas paredes e trincas no piso da casa. Em volta da residência é importante verificar se houve alguma inclinação mais acentuada de um poste ou de alguma árvore, que são indicativos de que aquele local está se tornando área de risco. Nesses casos, é importante que os moradores já saiam de suas casas, indo para locais seguros.

Se estiver chovendo forte e se você estiver em local seguro, não saia; caso o nível da água esteja subindo próximo à residência, o morador deve deslocar-se com a família para um lugar seguro, com relevo mais alto. Não deixe seu filho brincar nas águas das chuvas e enxurradas e esteja bem informado sobre as regiões da cidade que estão alagadas e sobre o trânsito. Evite deixar o carro estacionado debaixo de árvores e, em caso de ruas alagadas, não tente enfrentar a correnteza de carro ou a pé.

Se você estiver ao ar livre, procure um abrigo seguro, longe de árvores, pois elas atraem raios e seus galhos podem cair; não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados, ou que estejam em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito. Tenha cuidado com a água que for beber e com os alimentos que for consumir, observando se eles não foram contaminados pela água da inundação, o que traz sérios riscos à saúde.

 

Como se proteger dos raios

Segundo Paola Buss, estima-se que o Brasil seja campeão mundial de descargas elétricas (raios), que são bastante comuns na região do Distrito Federal. “Por isso, evite lugares abertos em dias chuvosos, principalmente na área rural, como campos de futebol e pastos, e fique longe de estruturas altas (árvores, quiosques e caixas d’água) e de objetos metálicos (cercas de arame, tratores, postes, escadas) ”, alerta. Ao notar o tempo fechado, com propensão a relâmpagos, evite andar de bicicleta, a cavalo ou de moto. Nessas circunstâncias, não é recomendável soltar pipas ou carregar varas de pesca. Se estiver no campo e não encontrar abrigo por perto, nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas. O melhor é ficar agachado em um ponto seguro até a tempestade passar. Em casa, antes da tempestade, desligue os aparelhos domésticos da tomada e evite usar o telefone. Afaste-se de janelas, torneiras e canos elétricos e evite andar descalço ou tomar banho nesse período.

Janeiro/2016

 

Ana Guaranys – Assessora de Comunicação – Corumbá Concessões

(61) 3462-5237 // comunicacao@corumba4.com.br

© 2020, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.