Corumbá - Concessões S.A.

Corumbá Concessões
Voltar Socioambiental 10.02.2017 - 9:59

Ação educativa orienta turistas sobre a preservação do reservatório de Corumbá IV

Turistas e moradores que passaram o último fim de semana na região do reservatório da UHE Corumbá IV foram orientados por agentes ambientais a observarem as regras da boa conduta para o lazer, durante a Parada Ecológica, realizada pela Corumbá Concessões, no sábado, dia 16. A ação educativa aconteceu na estrada de acesso ao lago, na comunidade Barro Amarelo, em Abadiânia.

Além das orientações, os motoristas receberam dos agentes ambientais um kit contendo um saco ecológico para lixo, cartilhas educativas e um lixocar para descarte de resíduos no automóvel. Alguns motoristas abordados participaram de uma enquete sobre a questão do lixo que é gerado durante o período de lazer na região do reservatório. Para a maioria deles, a responsabilidade pela coleta e descarte de lixo na área rural dos municípios deve ser dividida entre a prefeitura, moradores e turistas.

Marcelo Taveiro Miguel, morador de Goiânia, tem uma casa num condomínio da área rural de Abadiânia e há cinco anos frequenta o reservatório da UHE Corumbá IV. Ele tem uma boa dica para os turistas: “Nós temos que fazer a seleção do lixo orgânico e do seco, acondiciona-lo bem e fazer o descarte num contêiner”. Na estrada de Barro Amarelo há um ponto de coleta instalado pela prefeitura, mas nos locais onde não existe vasilhame de coleta, ele aconselha as pessoas a fazerem como ele e a família, fazem, levando o lixo no próprio veículo de volta para a cidade.

Giovane Vaz, também de Goiânia, que pela primeira vez visitava amigos em Abadiânia, também foi categórico: “Jogar lixo na beira da estrada, como vemos muito na área rural, é um absurdo. Cada um tem que ter consciência e a responsabilidade de descartar corretamente o seu lixo. A prefeitura também tem que cumprir a sua parte, fazendo a coleta”, afirmou Giovane, que frequenta o lago em outros municípios do seu entorno.

Fonte de riqueza

Perguntados sobre a importância do reservatório de Corumbá IV – que em abril próximo completa dez anos – para os moradores da região e para o município, os motoristas disseram que o empreendimento trouxe muitos benefícios. “Eu conheço outros reservatórios do Estado de Goiás, que visito com certa frequência. Mas nenhum deles tem essa capacidade de se manter cheio como o de Corumbá IV, com a variedade que vemos de peixes e de possibilidade de diversão”, comparou Marcelo Taveiro.

Para ele, tem que haver a intensificação de educação ambiental, fiscalização de pesca predatória e também cobrança de turistas e dos órgãos competentes “no sentido de se preservar cada vez mais esse lago que, sem dúvida, é o mais bonito de Goiás e está trazendo muita riqueza para a região, além de outros benefícios.”

O turista Gleicon Luiz Martins, que pela primeira vez visita a região, falou sobre os cuidados que os visitantes devem ter com o lago e com a sua APP. “Eu, sou chacareiro e tenho muito ciúme da natureza. Quem gosta da natureza zela por ela, trazendo o seu saquinho com o lixo para depois colocar num depósito na cidade. Isso é consciência ambiental”, afirmou.

Outra ação educativa, via lago, foi realizada em 2 de janeiro, com o objetivo de orientar as famílias acampadas na beira do reservatório, nos sete municípios do seu entorno. A Corumbá Concessões dará continuidade, em 2016, às paradas ecológicas e a outras ações incluídas no Programa de Educação Ambiental (PEA).

Janeiro/2016

 

Ana Guaranys – Assessora de Comunicação – Corumbá Concessões

(61) 3462-5237 // comunicacao@corumba4.com.br

© 2020, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.