Corumbá - Concessões S.A.

Corumbá Concessões
Voltar Socioambiental 10.02.2017 - 10:15

Estudantes de Corumbá de Goiás plantam mudas do Cerrado para recuperar nascentes

Duas turmas de estudantes do ensino médio do colégio André Gautier, de Corumbá de Goiás, participaram do curso de educação ambiental sobre Vegetação e qualidade da água: A importância da recuperação de áreas degradadas. A atividade foi promovida pelo Programa de Educação Ambiental (PEA), da Corumbá Concessões, nos dias 17 e 18 de março, no salão paroquial da Igreja católica. A programação incluiu saída a campo para plantio de 320 mudas do Cerrado para recuperação de duas nascentes degradadas.

O objetivo foi fortalecer a participação da comunidade através da capacitação, visando ao entendimento na relação que existe na presença de vegetação e a manutenção das águas. Outro objetivo foi desenvolver nos participantes conhecimentos, habilidades e atitudes voltados para a descoberta de novos rumos no trabalho ambiental realizado em suas casas, na escola, em instituições e na comunidade. A atividade foi desenvolvida por analistas ambientais da Corumbá Concessões e contou com a participação do secretário de Meio Ambiente, Wesley Luiz de Oliveira, e de aproximadamente 80 estudantes.

Dentro da metodologia participativa, na parte da manhã foi desenvolvido o tema revegetação para a preservação das nascentes, matas ciliares e cursos d´água, pelas analistas ambientais Marinez de Castro, Paola Buss e Tatiana Soeltl. Em seguida, divididos em grupos, eles foram estimulados a levantar os problemas ambientais do município e discutir soluções possíveis para torna-las exequíveis. A falta de tratamento de esgoto, a poluição das águas, o descarte incorreto de lixo e a degradação de áreas ambientais foram os problemas identificados durante a oficina.

A terceira e última etapa do curso foi realizada em uma área destinada a ser transformada em parque municipal. Os participantes foram orientados a identificar algumas características da área, como a presença de nascentes, a presença de formigueiros, declividade do terreno e tipo de solo e se prepararam para a etapa seguinte – o plantio de mudas de espécies nativas, próximo às nascentes.

A falta de conscientização da maior parte da população em relação aos resíduos sólidos foi uma das questões levantadas pelos participantes. Na percepção do relator de um dos quatro grupos formados, Rubens José Amorim, em geral as pessoas misturam o lixo orgânico com o seco e fazem o descarte em local errado, como terrenos baldios. “Os animais rasgam o saco, o lixo é levado pela chuva e entope os bueiros e polui o ambiente”, disse. Ele propõe que em cada residência as famílias tenham uma composteira para fazer adubo com o lixo orgânico. “Essas pessoas estarão mais conscientes de que não poderão mais jogar lixo em local impróprio e poderão se unir numa espécie de cooperativa para dividir o composto. Quem não participar do grupo, poderá comprar o adubo”, finalizou.

A aluna Ana Maria Martins deu nota dez para o curso. “Eu aprendi muita coisa, como por exemplo, sobre essas nascentes, que eu não sabia que existiam. E hoje nós plantamos mudas perto delas para evitar que sequem, pois a água e a vegetação são o bem mais precioso que temos”, avaliou. Para Wesley Amorim, o plantio de mudas do Cerrado poderá fazer com que o local, no futuro, se forme um riacho e vire até um reservatório de água para abastecer a Corumbá e cidades vizinhas. “Fiquei muito satisfeito com a atividade, pois aprendi sobre as mudas certas para cada tipo de solo e a importância das nascentes para a população”, complementou.

Papel das nascentes na produção de água

Na avaliação dos trabalhos, a analista ambiental da Corumbá Concessões, Marinez de Castro, destacou que foram observados o engajamento e o aprendizado da turma. “Foi uma oportunidade muito boa para passarmos para os jovens um pouco de nossas experiências sobre identificação de nascente, sua localização e também algumas técnicas de recuperação dessas áreas. Eles passaram a ter uma nova percepção sobre a importância do papel das nascentes na produção de água, o que ficou nítido, na fala e avaliação de cada um. Nós propusemos uma metodologia específica, da oficina do futuro que é uma outra atividade relevante em educação ambiental, e nesse espaço os jovens discutiram com o grupo sobre os problemas ambientais que percebiam no município e para os quais propuseram soluções” ressaltou a analista ambiental.

O local do plantio, segundo o secretário de Meio Ambiente, Wesley Luiz de Oliveira, é uma área verde que foi elevada a parque municipal. “A ideia é buscar a participação dos moradores e, principalmente dos adolescentes, para assumirem, junto com a administração, a responsabilidade de preservação e continuidade do processo, que também é deles”, disse. Esta é a segunda fase de revegetação com mudas nativas naquela área, dando sequência ao plantio iniciado no ano passado.

Ao longo do ano, a Corumbá Concessões irá realizar cursos de educação ambiental, com objetivos semelhantes, em outros municípios do entorno do reservatório de Corumbá IV.

Março/2016

 

Ana Guaranys – Assessora de Comunicação – Corumbá Concessões

(61) 3462-5237 // comunicacao@corumba4.com.br

© 2020, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.