Corumbá - Concessões S.A.

Voltar Notícias 20.08.2019 - 8:16

Viveiro da UCA produz espécies nativas do Cerrado

A Corumbá Concessões está produzindo mudas do Cerrado para revegetar alguns pontos da Área de Preservação Permanente (APP) do reservatório da UHE Corumbá IV e utilizar em outras ações ambientais. Para isso, construiu um viveiro na Unidade de Compostagem de Aguapés (UCA), localizada na BR-060, em Santo Antônio do Descoberto, onde é feita a retirada de aguapés (macrófitas) do lago para transformação em adubo orgânico.

O viveiro mede 240 m² e tem capacidade produtiva de 30 mil mudas. Há 12 anos, a companhia faz a extração de aguapés do reservatório para evitar que elas se alastrem e cheguem até à área de captação de água para a geração de energia. Há cerca de dois anos, a extração passou a ser feita por um barco ceifador, Scarabeus, de tecnologia norte-americana, que otimizou o processo. “A presença de plantas flutuantes pode indicar que na água há nutrientes provenientes de lançamento de esgoto nos rios Descoberto e das Antas, daí a necessidade da sua retirada”, explica o analista ambiental da Corumbá Concessões, João Victor Guedes.

Por serem as macrófitas muito ricas em nutrientes, como fósforo e nitrogênio, elas são transformadas em composto orgânico, que pode ser utilizado como corretivo de solo (adubo). “Com o viveiro e a produção de mudas, esse composto será utilizado para fortalecer as mudas que serão plantadas em alguns locais da APP que estejam com ausência de vegetação nativa”, informa João Guedes. Além disso, as mudas produzidas serão também destinadas aos programas de educação ambiental da empresa.

As mudas se encontram em bom ritmo de crescimento e, em breve, serão levadas para um outro espaço onde ficarão expostas ao sol direto, para passarem por um período de rustificação, durante 30 dias. “Esta etapa será importante para as mudas que serão destinadas a áreas de APP com menos interferência humana. Nesse espaço, elas ficarão expostas diretamente ao sol para serem colocadas à prova de sobrevivência, sendo preparadas para as condições adversas do local definitivo de plantio e onde contarão apenas com a irrigação natural da água de chuva”, explica o analista ambiental.

Seleção de espécies

O viveiro foi construído pela prestadora de serviços da Corumbá Concessões, a Getaf (Gestão Ambiental e Florestal), que atua em 15 Estados brasileiros, com serviços de recuperação de vegetação em alta escala.  Segundo o engenheiro florestal e sócio da Getaf, Vítor Muller, a previsão é fazer o plantio no próximo período chuvoso. “Como é crescente o número de condomínios em construção próximo ao lago, bem como de turistas que frequentam a região, a escolha das espécies floríferas e frutíferas foi pensada, também como atrativo visual e como alimento.

“Além de proporcionarem um belo visual, os ipês, por exemplo, vão atrair as abelhas, já que as terras agricultáveis e de pastagem estão, cada vez mais, diminuindo o espaço da vegetação nativa para esses insetos e outros animais”, finalizou Muller.

Ana Guaranys / 17/07/2019

© 2019, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.