Corumbá - Concessões S.A.

Achados Arqueológicos

O programa de salvamento do Patrimônio Arqueológico da Usina Hidrelétrica de Corumbá IV foi realizado pelo Laboratório de Arqueologia do Museu de Antropologia da Universidade Federal de Goiás, entre os anos de 2002 e 2004.

O estudo compreendeu desde o período pré-colonial e trabalhou no resgate cultural do processo de ocupação e o modo de vida das pessoas que habitaram a área abrangida pela Usina em Abadiânia, Alexânia, Silvânia, Santo Antônio do Descoberto e Luziânia.

Foram identificados 40 sítios do tipo lítio cerâmico e pré-histórico. A maioria está classificada como sítio destruído e apenas três sítios foram classificados como bem conservados. Nenhum sítio intacto foi encontrado na região. 4.885 peças em cerâmica foram resgatadas. São objetos como vasos, panelas, pedaços de vasilhas que registram os costumes e hábitos do homem na região.

Documentos recuperados fazem parte dos registros pré-históricos e são testemunhos da vida das populações que viveram na área onde hoje está o reservatório da Usina Hidrelétrica de Corumbá IV.

 

© 2019, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.