Corumbá - Concessões S.A.

Corumbá Concessões
Voltar Socioambiental 10.02.2017 - 12:21

Sonho de prosperidade vira realidade

Dizem que sonho que se sonha junto é realidade. Os produtores rurais de Luziânia, Dário Rodrigues de Paula, sua esposa Ivanilde e os filhos deram um salto de qualidade no negócio de pecuária leiteira. O divisor de águas foi o projeto Balde Cheio, que a Corumbá Concessões implementou em municípios do entorno do reservatório da UHE Corumbá IV, de 2010 a 2013, e que ainda colhe bons resultados.

IMG-20161222-WA0010 (2)

Cássio Meireles, Ivanilde e Dário Rodrigues de Paula

O início da família no projeto foi como Unidade Assistida (propriedades próximas às unidades demonstrativas), em 2010.  À época, na fazenda de 10 hectares, a família vivia, praticamente, da venda de queijo e requeijão fabricados artesanalmente com o leite de apenas duas vacas que produziam cerca de 20 litros/dia. “Com o Balde Cheio fomos melhorando a qualidade do plantel e hoje temos 60 vacas que dão 800 litros de leite por dia, e bezerras da quarta geração de inseminação artificial”, comemora Dona Ivanilde. Antes o leite era vendido para uma cooperativa em Silvânia, mas de dois anos para cá, ficou mais fácil a comercialização, com o repasse para a Cooperativa Indaiá, de Luziânia.

Se um dos objetivos do Balde Cheio foi dar condições para o homem se manter no campo, a família não precisou desse estímulo para convencer o filho mais novo, Cássio Meireles, a permanecer na fazenda. Ivanilde conta que desde criança ele já tinha gosto pela terra”. Cássio fez o curso técnico de Agronomia e, hoje com 26 anos, está se formando no curso superior de Gestão em Agronegócio.

Para Cássio, as tecnologias e as orientações sobre administração da propriedade rural oferecidas pelo projeto fizeram a fazenda avançar na produtividade. “No início apanhamos um pouco, mas fomos adaptando as técnicas, fizemos financiamentos para comprar mais animais e equipamentos, como gerador de energia, ordenha mecânica e resfriador de leite”, enumera.

Com o aumento da produtividade, a família adquiriu um carro zero e pôde ampliar a casa. “Foi o fim do sofrimento com a fabricação de queijo”, complementa Ivanilde. E para Cássio Meireles, o mais importante é que agora ele ganha dinheiro com o agronegócio e ajuda os pais a cuidarem da terra que será dele no futuro.

Garra e persistência: receita de sucesso

A família Gonzaga, da comunidade Barro Amarelo, de Abadiânia, é vista pelos vizinhos e pelo Balde Cheio como um exemplo de empreendedorismo na pecuária leiteira, graças à determinação, garra e persistência com que vêm trabalhando a tecnologia do projeto até hoje. João Gonzaga, a esposa Miraci e o filho Antônio aderiram ao programa com o que dispunham: 20 hectares de terra de assentamento do Incra, quatro vacas próprias e outras seis emprestadas por vizinhos. A propriedade foi sede de uma Unidade Demonstrativa (UD), que servia para orientar e replicar as tecnologias aos produtores da região.

Segundo Miraci Gonzaga, se antes do Balde Cheio a produção de leite de quatro vacas era de 30 litros/dia, hoje, com o aumento do rebanho e da produtividade, a ordenha rende cerca de 300 litros/dia. “A atividade leiteira não é só lucro o tempo todo, pelo contrário. Há tempos de baixa, como vivemos em 2015 quando choveu pouco e ninguém por perto tinha silagem para vender”, explica Miraci. Para não deixar o negócio despencar, foi preciso que a família desenvolvesse a habilidade para fazer cálculos matemáticos, passo a passo, na administração do negócio.

Como a propriedade é pequena, eles tiveram que equilibrar bem a seleção das melhores bezerras inseminadas com a venda de gado, e alternar as etapas do plantio de milho para silagem visando garantir alimento para as vacas. A mudança na vida da família foi muito grande, sempre mantendo os pés no chão. “Creio que nunca mais seremos como antes. Com o conhecimento que adquirimos no Balde Cheio, progredimos num caminho sem volta”, finaliza.

 _

Jan 2017

 

Ana Guaranys – Assessora de Comunicação – Corumbá Concessões

(61) 3462-5237 // comunicacao@corumba4.com.br

© 2017, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.