Corumbá - Concessões S.A.

Voltar Notícias 01.10.2018 - 10:41

Moradores e turistas da área rural de Corumbá de Goiás recebem orientação ambiental

 

IMG_2068Motoristas que passaram pela estrada de acesso ao reservatório da UHE Corumbá IV, em Corumbá de Goiás, no dia 22 de setembro, receberam orientações e material educativo sobre práticas ecologicamente corretas a serem adotadas na região e durante o lazer na beira do lago. A Parada Ecológica faz parte do Programa de Educação Ambiental (PEA), da Corumbá Concessões, e é levada aos sete municípios do entorno do lago e sua Área de Preservação Permanente (APP), durante todo o ano.

“Eu fico indignada com a falta de consciência da maioria dos turistas que acampa aqui nos fins de semana e feriados. Eles não recolhem o lixo e quando fazem isso vão deixando os sacos na beira da estrada”, comentou Kelly Cristina de Oliveira, que mora em Brasília e tem casa na beira do reservatório. Ela contou que por três vezes reuniu os vizinhos e os amigos que hospedaram em sua casa para recolher o lixo e levar para um container na BR-050. “Essa operação (a parada ecológica) deve ser feita sempre para ensinar os sem noção ambiental a fazer a parte deles. A minha eu estou fazendo”, deu o recado.

Eder Costa Gomes, morador da área rural de Corumbá de Goiás, aproveitou a abordagem dos agentes ambientais para pedir informações sobre a recuperaçãoIMG_2090 de área de uma nascente que brota na sua propriedade, vira um pequeno córrego e cai no lago de Corumbá IV. Segundo ele, no tempo dos seus avós não havia preocupação dos fazendeiros da região com a preservação ambiental: “O negócio deles era só desmatar para abrir pasto e, com isso, a nascente diminuiu muito a vazão e o seu entorno ficou degradado”. Ele contou que já está pedindo ajuda aos vizinhos para cercar a área em volta da nascente onde irá plantar mudas do Cerrado. “Mas, independentemente de qualquer ajuda, eu vou reflorestar porque sei que terra sem água não vale nada”, completou.

A moradora da comunidade Mauro Borges, em Corumbá de Goiás, Silvia Cristina, reclama da dificuldade que os moradores têm para conseguir um container para a destinação do lixo gerado pelos turistas na APP e pelos moradores. “Esse local onde estamos (ponto da ação ecológica) fica no entroncamento de Corumbá de Goiás, Alexânia e Abadiânia. E quando procuramos a administração das prefeituras, vemos que há um jogo de empurra e nenhuma delas se sente responsável por fazer a coleta de lixo aqui”, reclamou Silvia Cristina.

IMG_2073Conforme informação da analista ambiental da Corumbá Concessões, Marinez de Castro, que acompanhou a atividade, de janeiro deste ano até o momento, foram realizadas 15 ações educativas por terra e por água, nos sete municípios do entorno do reservatório. “As atividades do PEA consistem em transmitir aos turistas e moradores da região recomendações sobre a responsabilidade de cada um durante o lazer na região em relação ao descarte correto de resíduos sólidos, à segurança de adultos e crianças no reservatório e na APP, ao respeito à flora e fauna e prevenção de incêndio na vegetação”, explicou. Como uma forma de incentivo às boas práticas ambientais, os agentes da Corumbá Concessões distribuem kits contendo saco de lixo, lixocar e cartilhas sobre lazer consciente.

Ana Guaranys

Assessoria de Comunicação / Corumbá Concessões

Informações: (61) 3462-5237 / comunicacao@corumba4.com.br

24/09/2018

 

 

© 2017, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.