Corumbá - Concessões S.A.

Voltar Notícias 03.05.2018 - 16:53

UHE Corumbá IV comemora 12 anos de geração de energia, com balanço positivo

FOTO (2)A Usina Hidrelétrica de Corumbá IV completou, neste mês de abril, 12 anos de operação e tem muito a comemorar, na opinião do economista Marcelo Siqueira Mendes, presidente da Corumbá Concessões, gestora do empreendimento. Quanto à geração de energia, ele ressalta que a geradora se manteve em plena operação desde o início de funcionamento, em 2006. “Para darmos uma ideia do êxito da companhia, a usina mantém, há vários anos, a taxa de disponibilidade de geração de energia elétrica no patamar de 99%, e que neste ano de 2018, ficou acima, com 99,2%, sendo a maior do País. ”  (Taxa de disponibilidade é o quanto de tempo a usina está disponível para gerar energia).

“Ou seja, toda vez que o Operador Nacional de Energia Elétrica (ONS) solicita o despacho (produção) de energia elétrica, a operação da usina responde positivamente, mantendo-se entre os primeiros geradores em excelência de operação no Brasil”, explica Marcelo Mendes. Ele acrescenta que em 12 anos, a empresa repassou aos sete municípios de sua abrangência cerca de R$ 11 milhões como compensação financeira pela utilização de recursos hídricos para gerar energia, através da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O histórico de sucesso em preservação ambiental do reservatório e de sua Área de Preservação Permanente (APP), é outro ponto positivo no balanço do período, na avaliação do presidente. Segundo Mendes, apesar dos desafios enfrentados com a escassez de água em Goiás, Distrito Federal e no país, nos últimos três anos, o empreendimento manteve disponibilidade hídrica em seu reservatório, bem como todos os seus compromissos e projetos socioambientais e de geração de renda implementados nas comunidades dos sete municípios do seu entorno.

Fórum Mundial da Água

O trabalho de educação e sensibilização desenvolvido pela empresa desde a sua inauguração tem trazido resultados satisfatórios, com repercussão na região quanto à adoção de boas práticas ambientais. Alguns resultados foram mostrados, pela CCSA, no 8º Fórum Mundial da Água realizado, em março passado, em Brasília, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

DSCN8132Em seu estande, a empresa apresentou, com destaque, o projeto Água Viva: Uso e conservação e ofereceu aos visitantes (cerca de cinco mil pessoas) a oportunidade de conhecer a usina através de realidade virtual, com óculos 3D. Por meio de um livro virtual, os visitantes conheceram as ações do Água Viva, realizado na região de influência da usina, de 2015 a 2017. O projeto beneficiou diretamente cerca de mil pessoas com o plantio de 1.800 mudas do Cerrado para a recuperação de 22 nascentes; construiu 113 barraginhas com o objetivo de armazenar água da chuva para alimentar o lençol freático e 32 fossas ecológicas.

“Essas três tecnologias sociais da Embrapa que o Água Viva aplicou, continuam produzindo resultados, pois as propriedades onde elas foram implementadas hoje servem como unidades demonstrativas para os produtores vizinhos conhece-las e replicá-las em suas terras”, lembra o presidente da CCSA.

Fiscalização

“A parceria, há 12 anos, com o Ibama na fiscalização e manutenção do reservatório e a APP é um outro fator de sucesso do empreendimento”, afirma Marcelo Mendes. Por meio de um programa de geoprocessamento, fiscais de bacia da usina percorrem diariamente todo o perímetro do reservatório identificando as irregularidades na APP. Essas informações são imediatamente enviadas ao departamento de Meio Ambiente da empresa que, por sua vez, encaminha relatório ao Ibama para proceder à fiscalização. O órgão realiza operações mensais ou sempre que recebe denúncias, quando checa as irregularidades e aplica multas visando coibir crimes ambientais.

IMG-20161124-WA0007A empresa também realiza o Programa de Monitoramento da Qualidade da Água que analisa diversos parâmetros físico-químicos de amostras em 23 pontos no reservatório e em seus rios afluentes. A igualdade de gênero é também uma questão relevante na Corumbá, que mantem em seu quadro de 36 colaboradores 100% dos cargos de gerência ocupados por mulheres.

“Institucionalmente, a empresa orgulha-se de ter em seu DNA o foco na preservação ambiental, especialmente na conservação da água, que é a nossa matéria-prima para a geração de energia.  Por isso, trabalhamos além das nossas obrigações e condicionantes ambientais exigidas pelo Ibama, que é o órgão fiscalizador da usina”, finaliza Marcelo Mendes.IMG_7590

© 2017, Corumbá Concessões S.A. Todos os direitos reservados.